domingo, 13 de março de 2011

Mais um dia 11 de tragédia!

No último dia 11 de março, acordamos aqui no Brasil, com a triste notícia de que um terrível desastre natural havia atingido o Japão. Um terremoto considerado o maior na história do país e o sétimo mais violento do mundo.
O Japão encontra-se sobre uma região denominada Anel de Fogo do Pacífico, onde ocorre intensa atividade vulcânica e frequentes terremotos.
Terremoto ou atividade sísmica é o resultado do deslocamento das placas litosféricas, o que promove a liberação da energia que é transmitida através da Terra como vibrações denominadas ondas sísmicas.
A litosfera, camada externa da Terra, está dividida em sete grandes placas tectônicas de tamanho continental e cerca de doze placas menores.Ao longo do tempo geológico, as placas se moveram através da superfície da Terra. Com isso, os continentes foram remexidos, os oceanos se organizaram e ocorreu a formação de montanhas e vulcões.
As sete placas carregam os maiores continentes que  um dia fizeram parte do antigo supercontinente conhecido como Pangeia.
As sete grandes placas são: do Pacífico, Africana, Eurasiana, Australiana, Norte-Americana, Antártica e Sul- Americana.
As placas tectônicas da Terra estão em constante movimento, deslocando-se cerca de quinze centímetros por ano.
O Japão está localizado entre placas tectônicas. Ocorreu uma acomodação entre estas placas no mar e toda a água que estava acima se deslocou, provocando em consequencia do terremoto, um tsunami.

Assita ao vídeo abaixo e obtenha mais informações sobre o fato.

Nenhum comentário: