domingo, 14 de novembro de 2010

14 de Novembro - Dia Mundial do Diabetes


 Desde 2009 até 2013, o Dia Mundial do Diabetes tem como tema principal “Diabetes: Educar para Prevenir”. Com esta campanha a Sociedade Brasileira de Diabetes objetiva chamar a atenção de todos aqueles que direta e indiretamente estão envolvidos com o diabetes.
A International Diabetes Federation e a Sociedade Brasileira de Diabetes estão, no dia de hoje, realizando uma série de eventos em vários locais, a fim de esclarecer a população a respeito da doença.


O diabetes é uma disfunção do metabolismo, isto é, da forma como o organismo usa a digestão dos alimentos para crescer e produzir energia.Nosso corpo precisa de energia para realizar todas as atividades, desde respirar, até comer, correr, falar, andar de bicicleta.
O principal “combustível” (nutriente) que as células do nosso corpo utilizam para ter energia é conhecido como GLICOSE. Esta é obtida através dos alimentos, principalmente daqueles que contém carboidratos (amido e açúcar):
 A maioria dos alimentos que ingerimos contém em sua composição, o açúcar glicose. Esta substância é o principal combustível para o corpo de todos os seres vivos sendo responsável pela realização das funções vitais .
Depois da digestão, a glicose passa para a corrente sanguínea, onde é distribuída e utilizada por todas as células, para que cresçam, se reproduzam e liberem  energia. No entanto, para que a glicose possa penetrar nas células, ela precisa da ajuda de uma outra substância, a insulina. A insulina é um hormônio produzido no pâncreas, uma grande glândula localizada atrás do estômago. Quando nos alimentamos, o pâncreas produz automaticamente a quantidade certa de insulina necessária para mover a glicose do sangue para as células do corpo. Nas pessoas com diabetes, porém, o pâncreas produz pouca insulina ou então as células não respondem da forma esperada à insulina produzida. O que acontece? A glicose do sangue vai direto para a urina sem que o corpo se aproveite dela. Ou então fica no sangue, aumenta o que se chama de glicemia (concentração de glicose) e também não é aproveitada pelas células. Deste modo, o corpo perde sua principal fonte de combustível, pois há glicose no sangue, mas ela não pode ser jogada fora sem ser utilizada.

A diabetes é portanto, uma doença causada pela deficiência na produção de insulina. O pâncreas é o órgão responsável pela produção deste hormônio, que tem uma função bastante simples: aumentar a permeabilidade da membrana plasmática a glicose.
                      Pâncreas, responsável pela produção da insulina



Criado em 1991 pela Internacional Diabetes Federation tendo como parceira a Organização Mundial da Saúde, o Dia Mundial do Diabetes é comemorado em 14 de novembro em homenagem ao nascimento do cientista canadense Frederick Bantin que, em parceria com Charles Best, foi responsável pela descoberta da insulina, em outubro de 1921. Dois anos mais tarde, Banting recebia o Prêmio Nobel de Medicina por esta descoberta e pela aplicação da insulina no tratamento das pessoas com diabetes.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

05 de Novembro- Dia Nacional da Cultura e da Ciência

A data é uma homenagem a Rui Barbosa, Jornalista e Diplomata brasileiro, que brilhou por seus princípios éticos, defesa do abolicionismo e pela luta para que a República fosse instituida no Brasil. Foi um orador magnífico e grande estudioso da língua portuguesa. Presidente da Academia Brasileira de Letras substituiu o gênio Machado de Assis.                                                                      
A cultura inclui  crenças, comportamentos, valores, instituições e as  regras morais que permeiam e identificam uma sociedade.É a identidade própria de um grupo humano em um território e num determinado período.É o conjunto de informações, vivências e experiências de um indivíduo ao longo de sua vida. Já a ciência compreende qualquer conhecimento ou prática sistematizados. No sentido restrito, ciência é o processo de aquisição de conhecimento, onde se utiliza o método científico, objetivando a elaboração de uma teoria.
Entretanto, a ciência e a cultura necessitam para sobreviver, daquela que é a mãe de todos os resultados científicos, de todas as aspirações humanas, de todas as maneiras de um povo se expressar. Estou falando das ideias. Só a partir do pensamento do homem, de suas ideias e suas conclusões, que  cultura e  ciência se fazem vivas e representativas em nosso mundo psicológico, intelectual, sensorial e afetivo. Sem a ideia da matéria, do ser, do ter, do refletir e do amar, o mundo jamais poderia construir seu conhecimento, que se faz cotidianamente e através dos tempos, pelas mãos da cultura e da ciência.
Alguém, não mais que Augusto dos Anjos, já em seu tempo e momento, nos fala da ideia. Apreciem e deixem seus comentários.
                         A Ideia
                                  Augusto dos Anjos

De onde ela vem? De que matéria bruta
Vem essa luz que sobre as nebulosas
Cai de incógnitas criptas misteriosas
Como as estalactites duma gruta?!
Vem da psicogenética e alta luta
Do feixe de moléculas nervosas,
Que, em desintegrações maravilhosas,
Delibera, e depois, quer e executa!
Vem do encéfalo absconso que a
constringe,
Chega em seguida às cordas do laringe,
Tísica, tênue, mínima, raquítica...
Quebra a força centrípeta que a amarra,
Mas, de repente, e quase morta, esbarra
No mulambo da língua paralítica!

 

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Um poema perdido

Arrumando meus papéis antigos, fazendo uma limpeza em minhas pastas, limpando os armários, liberando o que não mais interessa, encontrei este poema que escrevi em outubro de 2008. Deixo com vocês minhas palavras e o meu carinho.

                                           
 Ler
Livro
Leitura
Letra
Letrado
Lendo o livro vou ficando letrado. Livre.
Livre  vou crescendo e descobrindo caminhos.
Caminho por estradas reais e imaginárias. Crio.
Criando vou escrevendo livros,
e tornando os outros livres como eu.